Kai Parker está de volta!

Anos depois de seu personagem ser permanentemente banido para o mundo-prisão, Chris Wood está de volta como o herege Kai no episódio de Legacies, exibido na quinta-feira passada. Introduzido pela primeira vez na sexta temporada de The Vampire Diaries e visto pela última vez no final da série, o ator retornou para um arco de dois episódios em que os fãs de TVD estão animados para ver o caos que ele causará.

Depois de matar sua irmã gêmea, Josette Parker (Jodi Lyn O’Keefe), e tentar acabar com suas sobrinhas gêmeas, Lizzie (Jenny Boyd) e Josie (Kaylee Bryant), a bruxa Bonnie Bennett (Kat Graham) e as jovens bruxas criaram um novo mundo-prisão onde ele viveria longe de qualquer pessoa que pudesse machucar.

Mas agora, quando uma série de eventos leva Josie, Lizzie e seu pai, Alaric (Matthew Davis), ao mundo-prisão, eles ficam cara a cara com o tio malvado das gêmeas. O ET conversou com Wood antes de sua estréia no spin-off de TVD e The Originals, e ele disse que o que fãs podem esperar de seu retorno épico.

 

ET: Como foi mergulhar em um personagem que você não interpreta há anos? Foi difícil ou foi como se você nunca tivesse ido embora?

Foi um pouco como eu se eu nunca houvesse saído. Fiquei preocupado por um momento pensando que isso vai ser diferente, que ele ia ser visto de maneira diferente porque eu estou em um lugar diferente da minha vida e eu fiz coisas diferentes e o personagem não é tão familiar.. Mas é aí que dou todo o crédito aos escritores, porque eles continuam a capturar sua essência, independentemente de quanto tempo se passou desde que o personagem foi escrito. E para alguns deles, mesmo os que nunca escreveram Kai Parker, como Thomas [Brandon], que apenas assistiu a alguns episódios e canalizou sua energia, seus modos atrevidos, horríveis, assassinos e ameaçadores. É como se eu nunca tivesse saído.

 

Como o estado mental de Kai mudou depois de ficar preso no mundo-prisão por tanto tempo?

A boa notícia para os heróis é que Kai está tão destruído quanto ele poderia estar. Ele é tão ruim quanto pode. Não há bondade nele. Ele só quer destruir tudo a todo custo. Portanto, a boa notícia é que não acho que as coisas piorem. A má notícia é que ele está sentado lá há muitos anos apenas planejando tudo isso, então ele tem uma raiva reprimida. Mas também, a raiva de Kai se mostra de maneiras diferentes. Às vezes, mostra-se como um predador brincando com a comida antes de comer. Tempo sozinho não é bom para Kai.

 

Qual é a sua maior missão neste episódio? Ele tentará matar as gêmeas e Alaric?

A maior missão de Kai no mundo-prisão é sempre escapar. Ele quer sair porque tem um número limitado de interações. Ele repetiu todas elas desde que voltou e está cansado do mundo- prisão. Ele está pronto para voltar ao mundo real e ter o retorno que deseja e, em última análise, é sempre esse seu objetivo. Eu acho que o mais assustador de Kai é que ele realmente não tem mais medo da morte porque morreu tantas vezes e sempre encontra um caminho de volta. Eu acho que, neste momento, ele não acha que é realmente capaz de morrer. Portanto, se ele escapar, é uma pessoa perigosa, porque sua consciência dos riscos e escolhas não é normal, mas, novamente, nada sobre Kai Parker é normal.

 

Quanto Kai vai interagir com Josie e Lizzie? Quais são os sentimentos dele em relação às gêmeas?

Como sempre, todas as pessoas que ele encontra são avaliadas em “como elas podem ser um trunfo para mim? Para que posso usá-las?” Para alguém que tem tanto ódio e tendências assassinas, ele não gosta de ficar sozinho. Ele pode incomodar todo mundo e dizer coisas terríveis e parece que talvez ele não goste de ninguém, mas acho que, de fato, essa é a sua alegria, estar perto de pessoas que ele pode trazer o pior nelas. Isso o faz sentir, ele não tem sentimentos quentes e confusos, ele tem sentimentos pontudos e terríveis, mas é disso que ele gosta. Penso que, em última análise, sua ambição será usar as pessoas como ferramentas para escapar e causar estragos.

 

Quão psicótico Kai ficará nesses episódios? Devemos ter medo?

O que você recebe de Kai é na verdade quase mais do que Legacies é um show em comparação com Vampire Diaries . The Vampire Diaries tinha um equilíbrio de peso com leveza, e The Originals era muito pesado. Legacies tem mais leveza e diversão, e é isso que as pessoas adoram em Kai. É o que eu mais amo em interpretar Kai, e o programa apresenta a oportunidade de ele estar no seu melhor, que é dizer coisas ridículas que nunca foram ditas e fazer as coisas do seu jeito, que é sempre sombrio e sinistro, mas de uma maneira estranha, há um senso de diversão. Não vai ser bom. Mas ele se diverte mais quando é destrutivo e acho que os fãs vão gostar.

 

Fonte: Entertainment Weekley

Tradução e Adaptação: Chris Wood Brasil

Wood diz que interpretar Kai novamente foi o retorno perfeito para atuar depois de deixar Supergirl.

Não é segredo que Julie Plec, produtora executiva de Legacies, quer levar Kai Parker para o mais recente show do universo de The Vampire Diaries há um tempo. Plec falou sobre o personagem várias vezes, até dizendo à EW no final da 1ª temporada: “É tão rude da minha parte e tão presunçoso, mas eu vou continuar mencionando Kai Parker até Chris Wood sentir que não tem escolha em voltar e jogar em nossa caixa de areia. Eu adoraria nada mais do que ver esse personagem novamente”.

E agora, no meio da segunda temporada do programa, é hora de Kai conhecer as gêmeas Saltzman . Julie basicamente não me deixou escolha, da melhor maneira possível. Ela meio que disse a todo mundo que eu voltaria e depois eu fui até a casa dela e estávamos bebendo vinho e ela disse: ‘Você está fazendo isso, certo?‘ ”Wood recorda com uma risada. “Foi ótimo. Eu amo Julie, adoro trabalhar com ela e fiquei muito feliz em voltar e interpretar esse personagem. ”

E a oportunidade veio na hora certa. Wood tinha acabado de sair de um papel após passar várias temporadas em Supergirl da CW . “Depois que eu deixei Supergirl, eu meio que fiz uma pausa ”, diz Wood. “Acho que, como atores, meio que sentimos que nosso nível de energia se esgota e que precisamos de coisas que não sejam relacionadas ao trabalho para nos preencher e esvaziar o tanque novamente. Eu tinha sido muito exigente em dedicar tempo e me concentrar na escrita e na minha vida fora do trabalho, e isso veio no momento certo. Esse papel sempre foi tão gratificante para mim, porque Kai é tão excêntrico que, ao interpretá-lo, eu meio que não tenho regras. É um papel muito libertador, porque a maneira como trabalho quando interpreto Kai é muito irregular e imprevisível. A única regra é se ele está um pouco desequilibrado – nunca sabemos o que ele vai tocar, fazer, dizer, pensar, qualquer coisa. Fiquei tão feliz que voltei e fiz isso porque me deu aquela explosão de energia que eu estava precisando. ”

Para alguém que não havia interpretado Kai desde o final da última temporada de The Vampire Diaries, Wood ficou surpreso com a rapidez com que o personagem voltou para ele. “Eu não hesitava, mas estava pensando se levaria um segundo para me aquecer novamente, mas, na verdade, dentro de duas ou três falas, me senti em casa”, diz ele. “Interpretar o personagem me força como ator a me esforçar para fazer escolhas extremas e continuar a ser aberto e explorar, mesmo quando estamos filmando uma cena. Esse sentimento, assim que me lembrei de como era, foi assim que consegui desbloquear o personagem. Isso meio que aconteceu quando estávamos filmando, e felizmente foi bastante indolor. ”

Apesar do fato de Kai agora ter uma nova aparência (e uma nova barba), Wood diz que os fãs podem esperar o mesmo cara psicótico que matou sua irmã gêmea e arruinou o casamento de Ric anos atrás.Julie tinha uma sólida noção de como Kai se encaixaria na versão Legacies do universo de The Vampire Diaries , porque o programa é mais leve e tem mais humor, mas ainda tem todo esse coração”, diz Wood“Kai, como ele estava em The Vampire Diaries, se encaixa muito bem em Legacies . Eu acho que eles estavam tipo, ‘Você sabe o que seria divertido ver Kai ainda fazendo a mesma porcaria que ele fazia anos atrás’. De qualquer forma, ele é mais irritante e mais disposto a brincar com suas vítimas antes que ele as mate. ”

Legacies vai ao ar às quintas-feiras na CW.

 

Fonte: Entertainment Weekly

Tradução e Adaptação: Chris Wood Brasil

O episódio dessa quinta-feira de Legacies coloca Chris Wood meio de um espremedor como nunca antes – mas não confie apenas na nossa palavra. “Enviei uma mensagem para Julie Plec após as filmagens e disse: ‘Esta é, sem dúvida, a pior coisa que já tive que fazer em um trabalho”, disse o ator à TVLine.

Para evitar estragar esse momento específico, não podemos dar mais detalhes (por enquanto!). Mas saiba que o retorno de Kai Parker ao universo de The Vampire Diaries é tudo o que você poderia esperar que fosse. Quanto a se familiarizar com vilão – e ainda amado –  personagem – visto pela última vez em TVD em 2017 -, Wood diz que levou apenas 10 minutos para voltar ao ritmo familiar.

“Parece completamente familiar, como se não houvesse passado um dia, mesmo que também pareça uma outra vida atrás”, diz Wood. “Antes de chegar ao set, eu me perguntava o quão difícil seria voltar. Felizmente, o texto me ajudou muito. Há comentários cortantes e sarcásticos, o que me ajudou a encontrar meu lugar muito rapidamente”.

Na maioria de suas cenas, Wood contracena com Kaylee Bryant, o que é justo, já que a atriz pergunta sobre a inevitável chegada de Kai desde o primeiro dia. “Ela me disse isso no meu último dia de filmagem”, diz Wood“Eu fiquei tipo, ‘eu não sabia que essa era a realização de um desejo, mas estou feliz por estar aqui!'”

Quanto aos confrontos ardentes de Kai e Josie nesta semana, Wood admite: “O tio Kai ficaria orgulhoso de sua astúcia. De fato, há alguns momentos no episódio em que você pode ver que, apesar de tudo, ele sabe que alguns propósitos são merecidos. Ele tem um senso de orgulho torcido nela”.

E antes de começar a perguntar como Kai tem barba, saiba que Wood teve uma longa conversa sobre isso com o roteirista do episódio, Thomas Brandon, e o produtor executivo Brett Matthews“Eu pensava: ‘A barba é um problema? Ele consegue fazer crescer pelos faciais? ‘”, Lembra Wood“E eles disseram ‘sim. Nós descobrimos que você pode. Eu fiquei tipo, ‘eu realmente não entendo, mas vou concordar com isso’. Honestamente, acho que as barbas no mundo-prisão são a menor das nossas preocupações”.

 

Fonte: TVLine

Tradução e Adaptação: Chris Wood Brasil